Clique para a página principal

Re: Formacao de Acordes Cavaquinho

Mensagem da Tribuna Livre, uma lista de discussão sobre samba e choro
 Página principal » Tribuna Livre » Arquivo das mensagens » Índice deste mês
Autor: Marcelo Neder <celoneder(arroba)yahoo.com.br>
Data: Qua 06 Jun 2007 - 01:48:51 EDT

A grande maioria dos acordes no cavaquinho (e no bandolim, pois ambos só possuem 4 cordas - ou 8, porém dobradas o que dá no mesmo) é limitada. não é só o caso da nota mais grave. Acordes com 5 sons por exemplo, não soam completos. Esse empobrecimento harmônico, geralmente é compensado pelos outros instrumentos (violão, contrabaixo - esse, o maior responsável pela audição das inversões, e é claro o 7 cordas, piano, etc...)
  No caso do acorde de C que vc se refere, é a montagem mais próxima da pestana, mais além desta posição você pode fazer uma pestana na 5ª corda (do grave pro agudo: G - C - E - G), ou subir a posição tradicional do acorde de G maior até o C (dedo 1 na 2ªCorda/8ª casa; dedo 2 na 3ªCorda/9ª casa; dedo 3 na 4ª corda/10ª casa e dedo 4 na 1ª corda/10ª casa). Nessa última formação a sequência das notas (grave-agudo) será: C - E - G - C, resolvendo esse problema. Porém na prática esse tipo de preocupação só deve ser levada em conta em situações em que o cavaquinho arpeja. Ao fazer a batida normal dos acordes é quase impossível discernir qual nota foi tocada primeiro.
   
  No livro Escola Moderna do Cavaquinho (Lumiar Editora), o Henrique Cazes faz a seguinte observação:
  "...Inversão é quando o baixo não coincide com a nota da fundamental. Ex: C/E (Dó maior com baixo em Mi). Como no cavaquinho não temos a região do baixo, será indiferente."
   
  Ele ainda cita algumas dicas, quando formos estudar a criação de um acorde:
   
  "Dentro da liberdade que a notação da cifra nos dá, devemos usar além do bom gosto (quanto a unidade de estilo), uma condução harmônica compatível com as possibilidades técnicas do cavaquinho, além de alguns fundamentos que garantam um som claro, como por exemplo:
    
   Toda tríade (acorde de três sons: fundamental, terça e quinta) deve conter a terça
   Todo acorde de sétima deve conter a terça e a sétima
   Toda nota alterada deve ser tocada Ex: (b5), (#5), (b9), etc...

   A fundamental e a quinta justa são dispensáveis
   Duplicar ou triplicar só a fundamental e a quinta justa. (E no acorde diminuto, a terça).
   Nos estados invertidos a nota do baixo tem que ser ouvida (PARA O CAVAQUINHO NÃO É NECESSÁRIO)
  Obs: Podemos verificar que a fundamental e a quinta justa tanto podem ser duplicadas, triplicadas, como suprimidas. Isto será muito importante para o cavaquinho quando estiver à frente de um acorde com mais de 4 sons, e tiver que escolher uma ou mais notas para suprimir.
  Apesar do dobramento da terça resultar num certo prejuízo acústico, no cavaquinho é aceitável e na prática bastante utilizado."
                                                           Henrique Cazes

   
  Apesar dele citar que não é importante fazer a inversão (pois outros instrumentos farão...), é legal vc pesquisar possibilidades para tocar a nota invertida. Porém no cavaquinho, na maioria das vezes ela não será a mais grave (incoerente, né?). Uma boa dica é vc adaptar a posição dos acordes invertidos no violão, para o cavaquinho (basta observar as quatros cordas mais agudas do violão e corrigir a diferença de afinação de um tom na primeira corda). harmonicamente, vc não estará sendo lá muito correto (muitas vezes vc vai criar um acorde que não respeita a formação que a cifra exige), mas sonoramente, vai criar um som que "casa" com o que se pede.
  Tudo é uma questão de bom gosto, como isso é uma coisa meio pessoal demais, siga o seu ouvido. Se vc gostar do som que sair, é valido. Na dúvida, esqueça as inversões e jogue essa batata quente para o violão...

  Agora quanto a formação dos acordes obedecer a regra de que a fundamental(que dá o nome ao acorde) ser a mais grave, basta pesquisar um pouquinho (como no caso do acorde de C na 8ª casa).
  Cada acorde tem pelo menos 3 formações diferentes. Alguns (como o G), possuem 4.
   
  Espero ter ajudado mais do que complicado.
   
  Abs
   
   
  Marcelo Neder
  
Igor Rodrigues <igormrodrigues@gmail.com> escreveu:
  Pessoal,
Eu conheco um pouco de formacao de acordes e sei que no violao oq define o
nome do acorde é a nota mais grave, é claro, tem q ser bem avaliada pq com
inversoes o grave pode ficar em outra nota.

Oque queria saber com voces é, no cavaquinho com afinacao D-G-B-D, como
ficaria a formacao de acordes ? Ja que um acorde C por exemplo é C E G e no
cavaco o E seria a mais grave.
Consegui passar bem a pergunta ? espero que sim !

Alguem poderia me ajudar nesta duvida ?
_______________________________________________
Para CANCELAR sua assinatura:
http://www.samba-choro.com.br/tribuna/cancela
Para ASSINAR esta lista:
http://www.samba-choro.com.br/tribuna/assina
Antes de escrever, leia as regras de ETIQUETA:
http://www.samba-choro.com.br/tribuna/netiqueta

       
---------------------------------
Novo Yahoo! Cadê? - Experimente uma nova busca.
_______________________________________________
Para CANCELAR sua assinatura:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/cancela
Para ASSINAR esta lista:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/assina
Antes de escrever, leia as regras de ETIQUETA:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/netiqueta

Recebido em Wed Jun 6 01:49:24 2007

---------

Sobre a Agenda do Samba & Choro