Clique para a página principal

Re: Sistema pirata de TV se espalha nas favelas do Rio

Lista de discussão sobre samba e choro, estilos musicais brasileiros.
 Página principal » Tribuna Livre » Arquivo das mensagens » Indice mensal
Nova mensagem Responder Mensagens por data Mensagens por discussão Mensagens por assunto Mensagens por autor

Autor: Patrícia (patyst_at_tutopia.com.br)
Data: Ter 10 Fev 2004 - 11:40:52 BRST

É mesmo, a cara do Rio... E o pessoal q já percebeu, sacou q
é melhor ganhar 20 reais de 300 pessoas do q nada né? Aqui no morro (moro
próximo ao Salgueiro), o pessoal chama de tv a gato... Lá em cima essas
coisas são fáceis de fazer, tb com luz e água. Vai eu fazer aqui em baixo!
Corro risco de ser presa e tudo! Acho isso um absurdo! Quero meus gatos tb!

[]'s felinos

----- Original Message -----
From: "Sonia Palhares Marinho" <soniapalhares@hotmail.com>
To: <tribuna@samba-choro.com.br>
Sent: Wednesday, February 11, 2004 8:55 PM
Subject: [S-C] Sistema pirata de TV se espalha nas favelas do Rio

Oi gente:

Recebi a transcrição dessa matéria de uma amiga, achei genial, isso é a
cara do Rio de Janeiro.:-):-):-) Sei que não se trata nem de samba nem de
choro, porém há poucos dias estávamos falando sobre a democratização do
acesso a cultura. Se a gente considerar que através da TV também se pode
ter acesso a cultura, essa moçada encontrou um caminho muito interessante
para baratear o custo.:-)"GambiNET" é bom demais!!!:-):-):-)

Abraços Sonia Palhares (BsB-DF)

Sistema pirata de TV se espalha nas favelas do Rio

MARCELO BORTOLOTI
Free-lance para a Folha de S.Paulo

A TV a cabo no Brasil está virando artigo popular. Nas principais favelas
do Rio, longe das estatísticas oficiais, diversas operadoras clandestinas
oferecem o serviço, que nos morros e comunidades já foi apelidado de "Net
Gato".

O sistema pirata tem o apelido "gambinetes" ou "cets" (lê-se "quétis")
mistura de cat, gato em inglês, com Net.

Na maioria dos casos, o sistema é administrado por um morador que tem
conhecimento técnico, faz assinatura da Net, Sky, TVA ou Tecsat, e distribui
o sinal
ilegalmente para a vizinhança. E a própria associação de moradores da
comunidade
informa sobre como conseguir uma instalação.

Na favela da Rocinha, onde já existe uma operadora de TV a cabo legalizada,
a TV Roc, o serviço é encontrado a um custo menor na concorrente pirata,
a TV do Siri. O preço: R$ 50 a instalação, mais R$ 15 mensais. O pacote
inclui 14 canais, entre eles Discovery, Cartoon e HBO. A operadora, que
funciona ao lado da associação dos moradores, disponibiliza ainda um canal
de sexo.

O mesmo acontece no morro da Providência, onde a mensalidade sai por R$
20.

Segundo o proprietário da rede, que não quis se identificar, a operadora
trabalha com quatro funcionários e possui 300 assinantes. "No morro não
existe opção de lazer. Ter um canal de filmes ou de desenhos ajuda o jovem
a ficar em casa e a não se envolver no crime", argumenta ele, que quer uma
concessão da Anatel. "É uma profissão honesta. Não estou roubando, estou
prestando um serviço."

Em função da localização geográfica, em muitos morros é difícil captar
sinais de TV pela antena comum. Daí a existência dos chamados "antenistas":
moradores que recebem o sinal de emissoras abertas através de parabólicas
e o distribuem via cabo para a região.

Esta prática não é crime, só que muitas vezes, no meio dos canais abertos,
também são disponibilizados outros de TV paga. Na favela do Chapéu Mangueira
(zona sul), o sistema ocupa uma sala na sede da associação de moradores.

Segundo um atendente, entre os canais oferecidos estão Cartoon, Discovery
e TNT.

"Dizem que pobre não precisa de TV a cabo. Mas a maior prova de que isso
não é verdade é a pirataria. Quem mais assiste a televisão é o pobre, que
não tem outra opção. O rico vai para o cinema, teatro ou shopping", diz
Rosângela Quarelli, diretora de marketing da TV Roc, única operadora que
tem concessão da Net para atuar dentro de uma favela, e cobra uma
mensalidade
de R$ 25.

Na Cidade de Deus, onde existe uma rede da Net Rio que atravessa o bairro,
a pirataria se prolifera de maneira diferente. O técnico da chamada "Net
Gato" cobra apenas uma taxa para fazer a ligação, e o morador não precisa
pagar mensalidades. "Pagamos uma vez para o cara instalar na rua toda,
depois
não pagamos mais nada. Só quando sai do ar que a gente dá um dinheirinho
para a manutenção", diz uma moradora.

Certas empresas já aproveitam esse filão. A Sat 2000 administra uma das
maiores redes de TV a cabo em favelas do Rio. Atendem as regiões de São
Carlos, Mineira, Querosene, Zinco e Vila Cachoeirinha, todas na zona norte.
O pacote oferecido inclui 28 canais e a mensalidade custa R$ 20.
A empresa é revendedora autorizada da Tecsat para comercializar TV por
assinatura via antena (DTH). Normalmente, para assinar um pacote da Tecsat
é preciso adquirir um aparelho de recepção que custa R$20. "Abrimos uma
exceção, permitindo que a Sat 2000 explorasse TV a cabo nessas regiões,
para atender a um tipo de público que geralmente é excluído", diz Paulo
Roberto de Castro, diretor de marketing da Tecsat.

A Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA), que responde
em nome das operadoras, diz que tem conhecimento das redes de pirataria
nas favelas do Rio. Segundo Antônio Salles Teixeira Neto, coordenador da
comissão de antipirataria, existe uma desatenção sobre a gravidade dos
possíveis
desdobramentos desta prática. "Uma transgressão assim, que é feita em
comunidade, pode colocar em risco o próprio papel do Estado enquanto
instituição reguladora das atividades de comunicação no país."

_________________________________________________________________
MSN Messenger: converse com os seus amigos online.
http://messenger.msn.com.br

_______________________________________________
Para CANCELAR sua assinatura:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/cancela
Para ASSINAR esta lista:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/assina
Antes de escrever, leia as regras de ETIQUETA:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/netiqueta

_______________________________________________
Para CANCELAR sua assinatura:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/cancela
Para ASSINAR esta lista:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/assina
Antes de escrever, leia as regras de ETIQUETA:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/netiqueta

Nova mensagem Responder Mensagens por data Mensagens por discussão Mensagens por assunto Mensagens por autor

Este arquivo foi gerado por hypermail 2.1.4 : Sex 13 Fev 2004 - 00:13:49 BRST