Voltar para a página principal do site

Rita Lee entrevista Pedro Alexandre Sanches

Nova Mensagem Responder Outros Meses Por Data Por Discussão Por Assunto Por Autor

From: Waldemar Pavan (wpavan@uol.com.br)
Date: Seg 27 Ago 2001 - 13:52:32 GMT


"Rita Lee - Coitada da cantora ruiva, a biografia dela não deve ser moleza,
só drogas, sexo e roquenrou...tô fora!...Porque quando aparece uma nova onda
musical no Brasil neguinho logo quer mandar tudo pra cadeira elétrica,
parece que a patrulha do bom gosto da crítica não consegue relaxar e gozar
junto com o povo...alguém tem que ser do contra quando o povo é a
favor...afinal, porque críticos de música adoram quem não faz sucesso e
odeiam quem faz ou já fez?"

Trecho da entrevista para reflexão dos engajados de plantão, a integra está
na cola abaixo:

Pedro e a Loba: (no. em 22 de agosto de 2001)

O jornalista Pedro Alexandre Sanches, da Folha de São Paulo, é considerado
pelos artistas um dos críticos mais temidos dos país ("cruela, cruel", na
definição de Rita Lee) desde Alfredo Borba, aquele que quebrava os discos no
programa do apresentador Flávio Cavalcanti. Na tarde desta segunda-feira,
20, em chat fechado, ele trocou de lado com a cantora. Rita perguntou. Pedro
respondeu. Em mais de uma hora de conversa, o papo atingiu altas
temperaturas. E o crítico não fugiu de sua fama de mau. Respondeu às
perguntas cabulosas com seu jeitão de sempre ("só critico os críticos se a
senhora criticar o Gil, a Gal e o Caetano"), destilou veneno ('Gostei até do
disco evangélico da Baby, mas aquelas três filhas com boca de correio
imitando a Britney Spears??? Não bastava uma???"), falou seriamente sobre o
papel da crítica e alfinetou e foi alfinetado pela cantora.

Rita Lee - Ele é o crítico de música mais temido dos artistas brasileiros no
momento...cruzes! e eu aqui cutucando a onça e nem vara tenho...Pedro
Alexandre Sanches, o PAS... com vocês : Pedro e a Loba!...isto vai dar
samba...já chegou o enfant térrible?

Pedro - É pra perguntar ou pra responder? Eu só sei perguntar!!!!!

Rita Lee - Alô Alô PAS e AMOR! Pensei que tu ia declinar meu convite achando
que seria a vingança da ninja, hehehe...legal que você topou...conte como
foi sua trajetória até ter virado crítico de música, o que fazia antes, o
que e onde estudou, essas coisas...

Pedro - Ué, se eu tô acostumado a bater tenho que saber apanhar também, né,
dona Rita?... A senhora quer saber da minha vidinha antes da Folha... Puxa,
não aconteceu nada, não... Eu era farmacêutico...

Rita Lee - E tomava todas ou só aplicava nos outros?...Você não é nenhum
Sérgio Martins, da revista Veja, que escreve sobre música e sequer sabe a
diferença entre pro tools e playback...as críticas de vosmecê, até as mais
cruéis, me parecem honestas com sua consciência...esse negócio de jornalista
mixuruca assinar matérias por alguém do alto escalão só acontece na Veja ou
é mais comum do que se pensa?

Pedro - Xi, esse negócio de elogio é armadilha, é? Nunca ouvi falar de
artista que gostasse de crítico, não... O Sergio Martins? Puxa, a senhora
pega no pé dele, né? Quando ele me pedia umas resenhinhas de discos lá na
"Showbizz" ele era bem gente boa... E, qual é mesmo a diferença entre pro
tools e playback?

Rita Lee- Pára de ser falsa querida, você hoje só responde... Quando sai uma
crítica do PAS vários colegas de profissão saem feito papagaios...suas
opiniões, inclusive as injustas, são freqüentemente repetidas por
eles...você é o novo Tinhorão?

Pedro - Hum... O Pato Fu não tá usando o seu theremin também? Papagaio tem
em tudo que é profissão, né? Ah, no máximo eu podia ser o Tinhorinho, né?
Não diz a Gal que geração fodona igual à de vocês nunca mais vai ter outra?

Pedro - É verdade que a senhora queria bater no crítico Giron? Posso
perguntar também? A senhora quer bater em mim?

Rita Lee - Tá bom, então tu é Alfredo Borba...vai tomar uma maracujina que
tu tá meio nervoso...Seu antecessor, o feioso e mau caráter Giron, malhava
mais a vida pessoal dos artistas do que o trabalho deles, aquilo não era um
Tinhorão, era um Costa e Silva...tem crítico cuja frustração/ódio é
bandeirosa demais...o que você me diz desse tipo de colega?...putz, só falta
crítico não criticar crítico...deixa um pouco a ética de lado vai...

Pedro - Vixe! quem é o Alfredo Borba???? Não é da minha época... Eu só
critico os críticos se a senhora criticar a) o Gil, b) a Gal, c) o
Caetano... ética por ética, dente por dente... E por que seus cabelos são
tão vermelhos?

Rita Lee - Pedro Pedrinho, meus cabelos são vermelhinhos e eu montei no
burrinho, burrinho peidou, Pedrinho cheirou...

Pedro - Quando eu era pequeno eu queria ser ruivinho, por causa da
senhora... Eu gostava do disco do papagaio...

Rita Lee - Já lhe disse que minha área é política, meu filho...tu tá é não
respondendo minhas perguntas, aprendeu com artistas a dissimular tanto?...
Xi, esse negócio de elogio é armadilha...Nos tempos de Pepe Escobar me
contaram que um dia Evandro Mesquita ao cruzá-lo num banheiro deu-lhe uma
porrada e tanto, você já pegou algum artista mais apimentado pela frente,
desses que iscam o guarda-costa em cima?

Pedro - também... já são sete anos tentando fazer os artistas responderem
minhas perguntas... nunca consegui... e também ainda não me acostumei a
responder... só sei perguntar... o mais apimentado que eu peguei foi o Toni
Garrido... mas só soube das ameaças por conversas das comadres... não
apanhei pessoalmente ainda, não... mas que o Garrido ameaçou chamar a tropa
dele, diz que chamou, sim... não tenho culpa se o disco era ruim, né?

Rita Lee - Agora uma pergunta light procê relaxar ....Você toca algum
instrumento, canta no chuveiro, faz karaokê, atua como DJ ou qualquer outro
exercício de sua musicalidade?

Pedro - Toco só CD mesmo... karaokê, não, também... chuveiro não tá dando
pra cantar porque o FHC depois corta a luz... DJ? ah, umas vezes lá nos
moquifos que a gente freqüenta, né? só pra zoar... isso é exercício de
musicalidade? eu toquei "Ilariê", da Xuxa... mas que eu gosto do disco do
papagaio, isso eu gosto, sim... do cor-de-rosa também...

Rita Lee - Do lado de cá dá para perceber perfeitamente quando um crítico
não ouviu um disco direito e escreve besteira, é o fim da picada
isso...poucas vezes aquela roqueira ruiva recebeu críticas que fuçaram seus
deslizes e posso dizer que ela aprendeu muito com isso...mas na maioria das
vezes parece que vocês não têm tempo/paciência/saco de escutar legal, é
muito disco junto pra escrever?...e chega dessa coisa de papagaio, aquele
colar era falso...

Pedro - Tem muito disco junto, sim. É um horror, uma desgraça. Tem uns que a
gente sabe que devem ser horríveis, mas tem que ouvir pra não perder o
bonde... pessoalmente, tenho por regra nunca escrever sobre um disco antes
de ouvi-lo três vezes. Acho que é pouco, mas mais que isso é difícil. Só
consigo quando os artistas deixam as gravadoras confiarem em mim e mandar o
disco com mais antecedência. Aí posso ouvir um monte de vezes. Mas
geralmente não é assim, vocês mandam 45 minutos antes da entrevista... e
ainda querem perguntas geniais... a senhora vai me mandar seu disco dos
Beatles com antecedência?

Rita Lee - Vou mandar o guarda-costas do Toni Garrido se você não parar de
bancar o engraçadinho....agora um chicotinho pra você ter prazer....Para
quem você daria o Oscar de pior e melhor disco brasileiro dos últimos
tempos? Pode incluir o daquela roqueira ruiva no de pior que hoje ela está
de folga...

Pedro - Uai, não dizem que crítico num tem humor?! não, não, eu respeito os
cabelos ruivos daquela cantora... o melhor?... hum... que tal o da Angela
RoRo, já ouviu? ela ainda é fodona! pior??? deixa eu pensar...

Rita Lee - Esse cara tá me confundindo com a Pata Fua, meu nome é Gal!...e
eu adoro o Tropicalismo, nhac...

Pedro - Seu nome é Gal????? A senhora podia me contar uma crítica que fuçou
seus deslizes??? será que um dia eu consigo?... eu também adoro o
tropicalismo! pena que ele já acabou...

Pedro - O pior disco? acho que eu voto num que acabei de ouvir, o novo das
SNZ, as filhas de Baby... gostei até do disco evangélico da Baby, mas
aquelas três meninas com boca de correio imitando a Britney Spears??? já não
bastava uma??? é muito pro-tools!!!! ou seria playback?

Rita Lee - Não seja maldoso, Pedro Alexandre Sanches, o reino de Deus está
cheio de universais....Aqui deste lado estamos percebendo que tu é super bem
humorado, aliás poderia aplicar mais esta sua virtude no que escreve, afinal
no país da piada pronta esculhambar artistas com humor é sempre mais
eficiente...porque críticos musicais brasileiros têm que ser tão sisudos
enquanto a música popular brasileira é tão gaiata?

Pedro - Ah, a gente tenta, né? Mas é difícil conseguir o tempo todo, né? a
gente podia abolir as críticas e só fazer chats críticos, né?... Mas, bom, a
senhora acha todos os críticos assim tão sisudos?... tem uns palhaços que
vou te contar, né? e também tem a "Caras", a "Chiques & Sequestrados"...
essas são superboazinhas com vocês...

Rita Lee - Eu adoro revista de sala de espera de dentista, acompanho a vida
dos artistas sem a menor inveja...

Pedro - Até porque a senhora tem uma vida dessas também, né?, hehehe...
cuidado com os seqüestros, hein?!

Rita Lee - Respeite meus cabelos pintados... Em outros países, artistas
costumam apoiar publicamente seus políticos, aqui no Brasil isto é visto
como uma putaria sujeita a patrulhamentos, cobranças e os kimbau...você não
acha por exemplo que o novo disco da Gal sofreu este tipo de coisa por ela
ter apoiado ACM?

Pedro - SÃO PINTADOS????? qual é a cor verdadeira????? não quero mais ser
ruivo!!!!! acho que não, a Gal se safou foi muito bem... porque independente
de ACM tinham umas regravaçõezinhas lá que, nossa senhora... até achei que o
povo ficou meio com pena lá do lance do ACM e pegou leve com a Gal... porque
dar apoio moral pra gente que jogou toda a moral no lixo é um compromisso,
ou não é? quem fez a asneira foi ela, agora aguenta...

Rita Lee - Nel blue di pinto di blue...pra combinar com meus olhos, sã... Já
escolheu seu novo Presidente da República? Daria pra você fazer uma rápida
crítica de cada um dos candidatos aqui pra nós? Faz de conta que o discurso
deles é um disco que acabou de ser lançado...

Pedro - Hum... o Lula? vai melhorando sempre, mas não renovou seu repertório
até hoje, né? Faz show ao vivo aos montes, mas disco mesmo nunca lançou, não
é? Ciro gomes? ueeeergh!!!!! chega de coronelismo!!!!! Quem mais??? Qualquer
um do FHC? Deus nos livre, não é? Já imaginou Serra, Paulo Renato e Malan
integrando o SNZ? ou melhor, o SMP? eu não comprava, não...

Pedro - é verdade que o Caetano vai apoiar o Ciro? Hehehhe... A senhora
gosta das filhas da Baby? Fala aqui para a câmera da verdade...

Rita Lee - Mude sua área de atuação que em matéria de política tu é mais
cruela cruel...CV (Caetano Veloso) só fala de amenidades comigo...E não vou
responder sobre as adoráveis baybettes que hoje o entrevistado é tu,
tatú...Depois que você escreveu " Tropicalismo, Decadência Bonita do Samba"
já teve oportunidade de cruzar com alguns dos artistas mencionados no livro?
Se sim, o que rolou?

Pedro - Mas... a senhora gosta mais da ruiva, da loira ou da morena? e a
Sandy com aquele penteado tipo Narjara Turetta no VMB, a senhora viu?

Rita Lee - Sou uma jornalista educada no estrangeiro, não sei quem é Sandy,
é o marido de Carla Perez? O filho dela vai se chamar Xandy Jr?

Pedro - Não, o Sandy é o irmão da Júnior! lembrou agora?

Rita Lee - Recebi um mail dos dois pelados e até agora não sei quem é o
macho e a fêmea, mas eu sou educada para não contar essas coisas para sua
víbora...

Pedro - A Sandy e o Júnior posaram pelados?????? Me conta! Bom, depois do
livro já pude falar (pelo menos por telefone) com todos, menos o Chico
Buarque... o Caetano ficou dando umas gargalhadas na minha cara (gozado,
nunca gargalhei das canções dele, hehehe)... o Gil falou que minhas críticas
são iguais às que se faziam deles há 30 anos (ué, mas eles também não são os
mesmos há 30 anos?)... o Paulinho da Viola me deu um pito e falou "e daí?",
porque falava muito das letras e pouco das músicas... e Jorge Ben Jor não
tocou nesse assunto, hahaha... Mas, bem, nenhum falou publicamente nada
disso... Publicamente o livro continua não existindo, snif snif...

Rita Lee - Seu pedófilo, sou um túmbalo... Pretende dar continuidade como
escritor? Tem vontade de escrever um livro sobre outro assunto fora da
música, tipo ficção científica gay, um romance patafísico nuclear, contos
eróticos infantis, etc?

Pedro - Ah, eu queria fazer mais livros sobre música, se eu tivesse tempo...
uma biografia de uma cantora ruiva, quem sabe... não seria lindo??? fricção
científica??? não entendo nada disso, não... Será que o disco da Rita Lee
Beatle vai ficar bão?...

Rita Lee - Coitada da cantora ruiva, a biografia dela não deve ser moleza,
só drogas, sexo e roquenrou...tô fora!...Porque quando aparece uma nova onda
musical no Brasil neguinho logo quer mandar tudo pra cadeira elétrica,
parece que a patrulha do bom gosto da crítica não consegue relaxar e gozar
junto com o povo...alguém tem que ser do contra quando o povo é a
favor...afinal, porque críticos de música adoram quem não faz sucesso e
odeiam quem faz ou já fez?

Pedro - Então tá combinado, né?! quando lançamos a biografia???

Rita Lee - Aquela roqueira ruiva mandou dizer procê entrar em contato com a
assessoria de imprensa dela...esses artistas são tudu maconheiro e viado...

Pedro - Hum... mas então a senhora acha que foi a crítica que exterminou com
o funk carioca??? por que os críticos odeiam axé music? ora, preciso
explicar???

Rita Lee - Ah, desta vez precisa sim...a voz do povo, lembra?...

Pedro - A voz do povo não acerta sempre, não é, dona Rita? Ou a senhora
também acha o Collor um injustiçado???

Rita Lee - Aquela roqueira ruiva que o PAS sempre esculhamba no jornal me
contou que ele ao vivo é educado e muito simpático...existe um lado Dr.
Jekyll and Mr Hyde entre Pedrinho e PAS?

Pedro - Mas aí a gente conta que a cantora tava presa por causa da maconha
quando fez o disco do papagaio... E vendemos um milhão de cópias!!!! E aí os
críticos falam mal!!! E a gente diz que os críticos só gostam do fracasso!!!
Não é uma bela fórmula do sucesso??? Putz... E por que vocês pensam que a
gente é grosso?? Sempre fui educadinho, inclusive nos textos, hehehe... Só
não tenho é papas na língua... Educadinho a senhora se refere lá à festa da
MTV com aquela vodca toda?...

Rita Lee - Adorei sua tese UNE de sucesso, vamos invadir o senado...mas que
os críticos de música são sisudos, SÃO...a vida é bela...uma pergunta mais
cabeça do que rabo: Com o advento da tv a cabo a estética musical da tv
aberta ficou nas mãos da classe mais humilde, daí que as programações de
todos os canais são clonadas e o gosto popular digamos -nada sofisticado -
comanda os meios de divulgação, o que dá a impressão de que a MPB mais
criativa está terminal. Você concorda com isso?

Pedro - Então tá combinado! Vai se chamar "A Prisão da Cantora Ruiva"!!!!
Essa história das TVs é a mesma das gravadoras, não acha? Como elas só
lançam axé (e a gente não é contra o axé, é contra só lançarem axé), o resto
fica por conta das "gravadoras a cabo"... O problema é que, eu acho, o
excesso de porcaria nas "gravadoras abertas" acaba contaminando o resto...
Aí dê-lhe independente fazendo banquinho-e-violão pra combater os tambores
da axé music... tédio... respondi? Esse papo me pirou o cabeção...

Rita Lee - Respondeu legal...Você hoje é o crítico-bola-da-vez, volta e meia
ouvimos: viu o que o PAS escreveu do disco de fulano, do show de sicrano?...
Este poder de ter um dos maiores jornais brasileiros nas mãos para
esculhambar ou glorificar publicamente o trabalho de um artista lhe sobe à
cabeça?

Pedro - Olha, juro que tento não deixar subir à cabeça, não... mas que
assusta a cabeça assusta... E até devo dizer que existem uns artistas que às
vezes fazem umas poses meio mafiosas e dizem "você vai acabar na lama",
"todo mundo vai te cuspir quando você sair de lá"... Ué, mas antes de ir prá
lá eu não estava lá... E um dia não vou estar de novo... Vocês com as
gravadoras não são assim também? O sucesso já subiu aos seus cabelos
ruivos??? Também quero perguntar!!!

Rita Lee - Tu gosta de ser phoderoso, meu...e hoje eu sou jornalista e só eu
pergunto, nhac...Paulo Ricardo antes de ser artista escrevia sobre música...
se você gravasse um disco como seria ele?...vamos, coragem...

Pedro - Ah, eu ia compor uma música chamada "Ruivas Geladas"... e ia fazer
muuuuito sucesso!!!!

Rita Lee- E chamaria a baby ruiva pra fazer vocal?....

Pedro - E a senhora acha que ela ia querer fazer backing pra crítico? ia ser
a banda do eu sozinho...

Rita Lee - Chama o Garrido e CV pra ficar com você... "quando a gente gosta
é claro que a gente cuida"... Alguns artistas brasileiros com bagagem
musical farta partem para acústicos, discos ao vivo, compilações, remixes,
etc...ao contrário do que acontece no resto do planeta a crítica patropi
taxa tudo como sendo projetos caça níqueis, decadências criativas e putarias
musicais... Por outro lado, o público jovem que não teve acesso ao tempo
real desses artistas e os saudosistas carentes de boa música consomem a
coisa com bastante apetite...Fala um pouco sobre isso... Ufa, essa é outra
pro seu cabeção pensar...

Pedro - Olha, eu procuro diferenciar, na medida do possível... Lembro que
até falei benzinho do seu acústico... E o Roberto Carlos cantando no dele
parece que tá sensacional... Mas... Por que a Cássia Eller faz sucesso de
dois em dois anos cantando versões acústicas de "Malandragem", que ela criou
há apenas seis anos??? Não é decadência precoce de uma graaande artista? Não
é uma maldade com ela isso??? Ah, agora me fala cinco acústicos feitos fora
do Brasil nos últimos cinco anos! Não foi feito nenhum!!!! Eles não têm do
que reclamar!!!! A música deles não é feita disso, não... Tudo bem, pode ter
um ou outro Sinatra se regravando sempre... Mas me fala das regravações do
Dylan? Do Bowie? do Paul McCartney?? Sem falar da qualidade de cada um
deles, mas eles não fazem isso!!!!

Pedro - Brinque de ser sério... E leve a sério a brincadeira... de que disco
seu é essa música mesmo? vocês não conseguem levar na brincadeira nossas
críticas "sérias"?...

Rita Lee - Tu tá por fora dona aurora, os gringos fazem tudo isso e mais um
pouco...parece-me que os críticos levam tão a sério a sisudez deles e ....

Pedro - Hum... não lembro de ouvir o Paul cantando "Yesterday"
recentemente... E também ele não faz tanto sucesso como antigamente, mas
acho que nem quer, né? Ó eu defendendo o mala do Paul...

Pedro - "Flerte fatal" o Giron odiou, né? Eu até que gostava... é verdade
que os Mutantes vão se reunir? que fim levou a Lucinha Turnbull? seus filhos
também fazem parte da galera dos "filhos reunidos"? putz, deu uma coceira de
perguntar...

Rita Lee - Putz, mandei uma incompleta...A continuação é...agora num sei
mais, esses críticos é tudo maconheiro e viado...Se você quiser perguntar
pra roqueira ruiva favor ligar pra assessoria de imprensa dela e falar com
Clarisse...

Pedro - Maconheiro não!!!Clarisse é aquela que parece com a Zélia Cardoso de
Mello, né?

Rita Lee - Te vi lá na festa da MTV com um baseado, num vem não... Quando
você recebe o trabalho novo de um artista acontecem bajulações extras das
gravadoras para que o PAS no jornal dê ao artista em questão estrelinhas a
mais?...Não estou dizendo que você faça isso, pergunto se existe ou já
existiu este tipo de gracinha...

Pedro - Tem uns que querem saber quantas estrelinhas vão ser antes da
hora... aí eu só falo assim "entre duas e três"... Aí eles ficam na dúvida e
têm que decidir se vão ou se ficam... Quando vem em forma de pressão é
ruim... A gente tenta resistir mas também é chato, porque aí entra aquele
negócio do poder do jornal que a senhora falou... O artista tem que falar
com o jornalista mesmo achando que o cara não gostou... Já me disseram "só
falo com você porque preciso divulgar meu disco"... Pô, isso é chato, né? Eu
não quero obrigar ninguém a falar comigo, não... Divulga no outro freguês...
E não era baseado, era vodca! A senhora não entende dessas coisas!!! A
senhora bebe?

Rita Lee - Sou do tempo da lança perfume, meu filho, era do balacobaco!
Porque não existem mulheres críticos de música? A cinta-liga das senhoras
católicas tem alguma culpa nisso ou não é da índole das moças? Erva venenosa
só dá flor quando a planta é macho?

Pedro - Ah, existem umas críticas, sim... tem a Bia Abramo, que é
superlegal... não sei por que elas não criticam mais... Bom, a senhora
também era compositora solitária nos primeiros tempos, né? Abalou toda uma
tradição... Ops, agora acho que confundi a letra de "Miss Brasil 2000"...
Aquele disco também era, er, do balacobaco, se me permite...

Rita Lee - A roqueira ruiva me disse que vai mandar uma bela propina pro
senhor dar cinco estrelinhas...Você tem algumas pré implicâncias tipo - não
ouvi, não gostei e vou esculhambar? Já se arrependeu de ter feito uma
crítica injusta?

Pedro - Na Folha não tem cinco estrelinhas... Só vai até quatro... Será que
Rita Beatles vale quatro?... A senhora leva fé?... Implicâncias pré é claro
que existem, mas existe também o exercício de varrer elas pra debaixo do
tapete... Eu gostava quando não tinha estrelinha e várias vezes me
perguntavam: "afinal você gostou ou detestou?"... Era a minha crítica
favorita, mas agora é a era das estrelinhas... Putz, de arrepender já me
arrependi de vários detalhes... Já mudei de opinião sobre os discos, mas aí
não é propriamente questão de arrependimento... É de mudar de opinião
mesmo...

Rita Lee - Então dê quatro estrelinhas para os quatro Fabs e uma para a
senhora ruiva, só pra quebrar os padrões como Miss Brasil da Folha...Tu tá
muito cansado ou pode perguntar mais?...O que você pediu no seu camarim aí
da no.?....

Pedro - Se a ruiva fizer por merecer... É verdade que vai ter "feche os
olhos e sinta/ dois metros e trinta"? Ora, ora, Dona Ivone Lara ganhou
quatro estrelinhas outro dia mesmo! Ai, também não tô acostumado a responder
isso... fico sempre mendigando mais tempo com o artista... digamos que estou
levemente cansado, hehehe... ou então eu podia começar a perguntar, né? É o
vício...

Rita Lee - Então guenta que hoje a farra é minha, aqui vai mais uma: Anita
Malfati abandonou as telas depois que Monteiro Lobato esculhambou
publicamente seu trabalho, uma pena ter levado o lado despeitado dele tão a
sério... Você acha que uma crítica injusta e cruel tem esse poder sobre
artistas mais sensíveis? Judy Garland foi até parar no hospital uma vez por
conta de uma crítica impiedosa e desrespeitosa, tadinha...resumindo: Para
que serve uma crítica?

Pedro - Puxa, não sei se uma crítica malvada pode ter esse poder (eu
gostaria que não), vocês é que sabem melhor do que a gente - e podiam falar
publicamente sobre, garanto que nos ensinaria várias coisas também... Em
sete anos de profissão, eu tenho tentado cada vez mais me afastar disso aí,
tenho esse tipo de preocupação... Mas sem deixar de lado o que sinto que
precisa ser dito, entende? Um fio difícil entre a sinceridade e o
respeito... Tentei isso num texto sobre O Rappa hoje (a senhora leu? vocês
nos lêem?), que tinha que equacionar a situação difícil do Yuka após os
tiros que levou e a postura geral do disco, que era meio nas coxas, ao vivo,
mal-gravado e tal... sei lá, tentei equacionar... Será que consegui?...

Pedro - Ah, para que serve uma crítica? No meu mundo ideal serviria para
estabelecer um diálogo sobre a produção de arte e divertimento... E pra
empurrar o artista pra frente pro próximo disco, seja ele quem for... Parece
demagógico isso? Putz, mas na teoria aqui na cabeça é assim que eu queria
que funcionasse...

Rita Lee - Viva a UNE! Viva Chê! Garanto que o Sergio Martins não sabe a
diferença entre UNE e Chê...

Pedro - Minha resposta foi UNE e Che???? Então tá, uma crítica serve pra
embrulhar peixe!!!! Viva o FHC!!!! Viva a TFP!!!!

Rita Lee - Só mais um pouquinho e eu te libero pra Lôca, tá?...num li a
matéria do Yuka ainda, mas vou lá fuçar...Você troca figurinhas com seus
colegas de redação? é amigo de algum crítico musical de hoje ou da antiga?
Existe muita puxação de tapete no seu serpenteário? Conte um pouco do seu
meio...

Pedro - Ah, a matinê da Lôca aos domingos é um sucesso! Pena que artistas
não frequentem os antros dos pobres mortais... Olha, confesso que sou meio
isolado, tanto de jornalistas como de músicos... Meus amigos são de áreas
próximas, mas em geral não são esses, não... seria difícil misturar essas
coisas, né? Me dou bem com quase todo mundo da redação, alguns são realmente
amigos, mas a maioria é colega... respeito vários críticos musicais (ao
contrário da senhora, hehehe), mas não sou amigo próximo de nenhum, não...
Já pensou ficar fazendo crítica de disco na mesa do bar??? Se a gente é
bonzinho não tem puxação de tapete, não... xi, convenci? mas é verdade...

Rita Lee - Crítico brasileiro é tão bonzinho...Você, que recentemente fez
uma matéria com os big bosses das gravadoras sobre o assunto, teria alguma
sugestão para atenuar a pirataria aqui no Brasil?

Pedro - Pra atenuar a pirataria??? Tá difícil, né? Os caras se perderam no
meio do caminho, agora já se danou tudo... Dizem eles que lá nos EUA não tem
isso, porque lá tem polícia... Até acredito nas gravadoras quando elas dizem
que o problema é esse... Mas se elas continuarem jogando lixo no mercado, a
pirataria que continue... pagar 20 reais num disco do Tchan???? Não usa, né?

Pedro - E o Sérgio Martins é um sujeito do bem... a senhora é que tá
magoadinha porque falaram lá dum playbackinho básico... Ora, se Madonna e
Michael fazem... por que Rita Lee não poderia... e fala sério, fala... na
"Marca da Zorra" tinha umas horas que a senhora ia para a esquerda, o
microfone ia para a direita e o som continuava no centro... Eu assisti, viu?
Mas não me processe, porque eu sou fã do Michael e da Madonna!!!! "Perto do
Fogo" também é linda...

Rita Lee - Mas...mas...mas tu confunde cú do Michael Jackson com bunda de
Madonna, lamentável Pedro Alexandre Sanches este comentário, uma coisa é
crítico pensar que é playback outra é o cantor usar ear phone...putz, vou
lhe rogar uma praga agora: Sergio Martins encarnará no seu cadáver!

Pedro - Vamos fazer um refilmagem de "Dona Flor e Seus Dois Maridos"? A
senhora no meio, Giron dum lado e Sérgio Martins do outro? Tô achando que a
senhora ama os jornalistas... estou comovido... é um momento de
revelação!... amém!...

Pedro - Poxa, só estou levando a sério a brincadeira... A senhora magoou?...
Posso chamar a senhora de você?

Rita Lee - Prefiro não ter qualquer intimidade com entrevistados, posso
querer dar uma estrelinha só pra ele e daí ele manda o guarda-costas do
Garrido... Senhora tá de bom tamanho pra você...se bem que gosto da
juventude, sã...

Rita Lee - O moço tá cansado, tadinho...tua pergunta chega antes da minha
resposta, cadê sua vodka?....pode mais uminha? O que faz você nas horas de
lazer? Se gosta de raves, teatro, cinema, boates, clubs, exposições,
computador etc...os críticos também amam?

Pedro - Ai ai... os críticos também amam, sim... esta entrevista será lida
além dessas nossas quatro paredes virtuais... ah, as horas de lazer são
legais pra ir no cinema, dançar nos inferninhos, já cansei das raves, gosto
de teatro (mas vou menos que gostaria)... e... ouvir música... por incrível
que pareça...

Rita Lee - Você já teve caso com Sergio Martins, Giron e outros mestres da
sabedoria?...defendeu tanto os colegas de trabalho que até deu
bandeira...não vai ficar magoado agora o senhor né?...Se bem que...

Pedro - Hahahahha... quem disse pra senhora que jornalista é tudo
viado???... Eu queria mesmo era ver eles com Dona Flor... Putz... levantei a
bola e a senhora cortou, né?...

Rita Lee - Costurei pra fora digamos assim...Dedique agora uma determinada
música para uma determinada pessoa...take your time...já estamos quase
encerrando nosso papo...este é um momento de relaxamento
transcendental...respire fundo...suas pálpebras estão ficando pesadas...

Pedro - Soneira... canseira... dedico... "Erva Venenosa"... para uma famosa
cantora ruiva que se faz de santinha na frente das câmeras... zzzzzzzzz...

Rita Lee - Jornalista é gente fina, crítico de música é o coté baixo Belford
Roxo... Eu dedico para Sergio Martins a música Cor de Rosa Choque....e pra
você meu papagaio de estimação...Bem, o tempo passa e os tecidos das casas
pernambucanas ficam...obrigadíssima pelo seu tempo e pelo ar da sua
graça...espero que tenha doído menos ser entrevistado do que
entrevistar...cá pra nós, esses artistas brasileiros são todos estrelas, né
mesmo?...um abraço procê a até o próximo disco da roqueira ruiva que abalou
Paris!

Pedro - zzzzzzzz.... obrigado eu... sinto-me hipnotizado... zzzz... mas até
que não doeu... quando chega meu exemplar da Rita Bealtes?...
zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz, adeuzzzzz...

Rita Lee - Por favor, queira se dirigir ao portão # 7 e falar com
Clarisse...é assim que você escuta os discos? ZZzz!!!...entendi...see you!

Pedro - zzzzzzzzzz... não fique agressiva... beijos de um jornalista muuuito
bonzinho... e adormecido... zzzzzzzzz...

Rita - Então tá, vamo começar tudo de novo.... Conte-me como começou a sua
carreira... quando você tomou choque elétrico na farmácia....
__________________________________________________________________
Para CANCELAR sua assinatura:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/cancela
Para ASSINAR esta lista:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/assina
Antes de escrever, leia as regras de ETIQUETA:
        http://www.samba-choro.com.br/tribuna/netiqueta


Nova Mensagem Responder Outros Meses Por Data Por Discussão Por Assunto Por Autor

Este arquivo foi gerado por hypermail 2b29 : Seg 27 Ago 2001 - 14:23:12 GMT