Agenda do Samba & Choro

Trio Quintessência

Google
Web samba-choro.com.br
 Página principal » Artistas

TRIO QUINTESSÊNCIA


Fundado pelo músico, arranjador e compositor Aleh Ferreira em fevereiro de 2001, o Trio Quintessência executa a música popular brasileira (MPB), em suas variantes de choro, samba e bossa nova, peças de jazz e música clássica, assim como o pop internacional, sempre em arranjos vívidos e empolgantes.

Formado por três solistas e virtuosos, o bandolinista Aleh Ferreira, o violoncelista Júlio Cerezo Ortiz e o violonista Alessandro Penezzi, o Trio é considerado pelos críticos musicais brasileiros um dos melhores do Brasil.

Em 2002, fez uma série de apresentações para divulgar o lançamento de seu primeiro CD.

No segundo semestre de 2001, dentre quase 400 inscritos em todo o Brasil, o Trio classificou-se entre os semifinalistas do 4º Prêmio MPB VISA Eldorado, edição Instrumental.

Em julho de 2001, o Quintessência fez a sua primeira turnê nos Estados Unidos, participando do The 25th Anniversary Celebration Concert Series, em Waterplace Park, e do Providence International Mandolin Festival, ambos em Providence, Rhode Island. Durante 23 dias, realizaram mais 15 shows.

Em outubro do mesmo ano, o Trio apresentou-se na conceituadíssima Sala Tchaikowsky em Moscou, Rússia, onde empolgou o público no espetáculo que encerrou o Festival de Música Latino-Americana. Empolgada, a platéia pediu cinco vezes um bis e foi só com a presença em palco da diretora da Orquestra Filarmônica de Moscou que foi possível encerrar o show.

Na volta de Moscou, em dezembro, o Trio Quintessência foi convidado especial da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo, para três concertos, executando arranjos especiais para trio e orquestra, dentre eles um feito especialmente pelo maestro Ciro Pereira para o Quintessência.

Também em dezembro, o Trio foi o convidado especial da Orquestra Filarmônica de São Bernardo do Campo, realizando seis concertos, um deles, para mais de 20.000 pessoas (dados da Prefeitura Municipal), um público jovem que ovacionou o espetáculo.
Em 2002, embora não tenha realizado muitos concertos devido à gravação de seu primeiro CD, já teve convite formalizado para voltar à Rússia, desta vez para apresentar-se juntamente com a Orquestra de Câmara de São Petersburgo.

Realmente vem se destacando como um dos melhores grupos instrumentais do país, segundo os críticos musicais brasileiros. Em entrevista que concedeu na Itália recentemente, o virtuoso violonista e compositor Guinga fez uma menção altamente elogiosa ao Trio Quintessência, quando se referiu aos músicos promissores do cenário musical brasileiro.

REPERTÓRIO:

Brasileirinho (Waldir Azevedo)
Assanhado (Jacob Bittencourt)
Chega de Saudades (Tom Jobim / Vinícius de Moraes)
Valsinha (Chico Buarque)
Noites Cariocas (Jacob Bittencourt)
Por uma Cabeza (Carlos Gardel)
Santa Morena (Jacob Bitencourt)

Pout-porri:
Granada (Augustín Lara)
Malagueña (Ernesto Lecuona)
Concerto de Aranjuez (Joaquin Rodrigo)
Chiquita (Waldir Azevedo)

Autumn Leaves (J. Mercy)
Ai, Mouraria (Amadeu do Vale / Frederico Valério)
Apanhei-te Cavaquinho (Ernesto Nazareth)
Expansiva (Ernesto Nazareth)
Tico- Tico no Fubá (Zequinha de Abreu)


Notícias | Casas com música | Artistas | Tribuna Livre | Artigos e debates | Fotos | Partituras | Compras | Amigos do Samba-Choro | Busca


Contato | Privacidade | Sobre este sítio
©Copyright 1996-2017
Samba & Choro Serviços Interativos LTDA
(Todos os direitos reservados).