Agenda do Samba & Choro

Teresa cristina e grupo semente

Google
Web samba-choro.com.br
 Página principal » Artistas

Teresa Cristina - Bio

O nome só veio depois, quando o jornalista João Pimentel, do jornal O Globo, se referiu ao grupo que acompanhava Teresa Cristina aos sábados, no Bar Semente, na Lapa. Foi em 1998 que Bernardo, João, Pedrinho, Ricardo Cotrim (ex-integrante do Semente) e outros amigos se reuniram pela primeira vez. Teresa estava selecionando repertório para fazer um show em homenagem a Candeia e procurava músicos para tocar o projeto. Bernardo era do conjunto Acorda Bamba e convidou o companheiro de grupo Alexandre Bittencourt (que por sua vez chamou outros músicos conhecidos, dentre eles Pedrinho, João e Ricardo) para a comemoração dos 30 anos de Teresa. Convite feito e aceito, passaram a se encontrar regularmente para ensaiar o repertório de Candeia, mas o projeto acabou não saindo do papel. Ainda naquele ano, Teresa e os meninos tocaram juntos pela primeira vez, num show comemorativo ao Dia Internacional da Mulher, no Planetário da Gávea. A estréia de Teresa e do grupo na noite da Lapa aconteceu em seguida, convidados por Seu Guaracy, da Portela, que achou melhor repassar a Teresa o convite de inaugurar uma programação noturna, no Bar Semente, até então um restaurante de comida natural. A coisa deu tão certo que logo Teresa Cristina e o Grupo Semente estavam sendo apontados como um dos “reinventores” da noite da Lapa. Depois do sucesso no Semente, Teresa passou a cantar em outras casas noturnas da Lapa, como o Carioca da Gema e o Centro Cultural Carioca, para um público fiel cada vez maior. O reconhecimento da crítica veio com a gravação do primeiro CD, uma homenagem em dose dupla aos 60 anos de Paulinho da Viola que rendeu a ela o prêmio Rival BR e Prêmio TIM de música, como cantora revelação, e a indicação ao Grammy Latino de melhor disco de samba de 2003. E não faltaram convites que levaram Teresa e o Semente a vários cantos do Brasil e a música brasileira até o Japão. Em 2004, já contando com o surdo de Mestre Trambique, Teresa, Bernardo, Pedrinho e João entraram em estúdio para gravar o segundo CD, “A vida me fez assim”, a estréia de Teresa como compositora. Colecionaram elogios e lotaram os teatros onde se apresentaram. Em 2004, viajaram com a caravana do Projeto Pixinguinha pelas capitais do Nordeste. Em 2005, participaram das comemorações do ano do Brasil na França, em Paris e gravaram o primeiro cd e dvd ao vivo, "O mundo é meu lugar".


Notícias | Casas com música | Artistas | Tribuna Livre | Artigos e debates | Fotos | Partituras | Compras | Amigos do Samba-Choro | Busca


Contato | Privacidade | Sobre este sítio
©Copyright 1996-2017
Samba & Choro Serviços Interativos LTDA
(Todos os direitos reservados).