Agenda do Samba & Choro

Plauto cruz

Google
Web samba-choro.com.br
 Página principal » Artistas

Natural de São Jerônimo (RS), mora em Porto Alegre há muitos anos. É considerado um dos maiores flautistas brasileiros, tendo representado o Estado em diversas turnês pelo Brasil e exterior, especialmente em shows de chorinho e samba.
Em Porto Alegre, Plauto participou de vários eventos e programas de rádio. Começou na Gaúcha, no programa “Duque de Antenas” e, posteriormente, foi para Difusora, no programa “Hora do Bico”, atuou na emissora Clube Metrópole, depois na rádio Itaí, e por último na Farroupilha.
Mais tarde voltou a trabalhar para a Gaúcha e para várias outras emissoras no Brasil, incluindo televisão. Conquistou 60 troféus, destacando-se, entre eles, a Medalha Simões Lopes Neto, concedida pelo Governo do Estado; Cidadão Emérito de Porto Alegre, pela Câmara de Vereadores; e Cidadão Porto-Alegrense, pela Prefeitura de Porto Alegre.
Já gravou mais de 40 LP’s como acompanhante de grandes músicos brasileiros, entre eles, Lupicínio Rodrigues, Jessé Silva, Túlio Piva, Kleiton e Kledir, Nelson Gonçalves, Altemar Dutra, Ângela Maria, Silvio Caldas. Tem quatro LP’s como solista e seis CDs gravados, entre eles: Engenho & Arte, com Mário Barros; Plauto Cruz em novos tempos de seresta; e Plauto Cruz – O Mago da Flauta, em comemoração aos 70 anos do Banrisul; e Plauto Cruz – Choros e Canções, gravado com Yamandu Costa, contendo apenas canções de
sua autoria.
Aos 69 anos de idade, gravou seu primeiro CD como compositor e solista, contendo na obra choros, mazurca, valsa, jazz, rumba, rancheira e samba.
Ainda na década de 70, morou em São Vicente, no litoral paulista, onde participou do Regional “LENHA DA CASA”, ao lado de Peri Cunha no bandolim, seu conterrâneo Jessé Silva no violão de sete cordas, Nelsinho do Cavaquinho, Antenor Senegaglia (violão de seis cordas), Arnaldo Loyo Bechelli (surdo), Ricardo Barros Bechelli (reco-reco) e Aguinaldo Loyo Bechelli (pandeiro). Em 1977, defenderam duas composições, “PROVOCANTE” (de sua autoria) e “MEU PENSAMENTO” (Jessé Silva), que tirou o 2º lugar no Brasileirinho (1º. Festival Nacional de Choro) da Rede Bandeirantes de Televisão.
Hoje, continua na ativa, fazendo aquilo que mais gosta: tocando e compondo, sempre cercado por seus amigos.
Mais informações:
http://www.radiobuzina.com.br/web/artista/Perfil.aspx?id=342


Notícias | Casas com música | Artistas | Tribuna Livre | Artigos e debates | Fotos | Partituras | Compras | Amigos do Samba-Choro | Busca


Contato | Privacidade | Sobre este sítio
©Copyright 1996-2017
Samba & Choro Serviços Interativos LTDA
(Todos os direitos reservados).