Agenda do Samba & Choro

Marco de Pinna

Google
Web samba-choro.com.br
 Página principal » Artistas

Professor, compositor, instrumentista e arranjador, Marco de Pinna é o líder e solista do conjunto VIBRAÇÕES. Além do bandolim toca também violão, violão-tenor, cavaquinho e banjo.
Marco foi um dos fundadores do conjunto Nó em Pingo D'àgua. Com este mesmo grupo, obteve o primeiro lugar no terceiro Concurso de Conjuntos de Choro na Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Logo após, formou o Conjunto VIBRAÇÕES.

Marco gravou seu primeiro LP "Chorinho Diferente" com a participação dos maestros Radamés Gnattali e Orlando Silveira. Ele se formou em composição pela Universidade Estácio de Sá do Rio de Janeiro, ministrou vários cursos nessa mesma instituição. Participa ativamente do cenário musical brasileiro. Apresentou-se como solista junto a orquestra de cordas "Brasil Consort" sob a regência de Roberto Duarte, na obra de Radamés "Retratos", suíte para bandolim e orquestra, na Casa de Rui Barbosa, Sala Cecília Meireles e também na Escola Nacional de Música da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). Gravou e tocou com músicos altamente considerados, como: Nelson Cavaquinho, Radamés Gnattali, Clara Nunes, Elizethe Cardoso, Orlando Silveira, K-Ximbinho, Carlos Galhardo, Netinho do Clarinete, Canhoto do Cavaquinho, Paulo Tapajós, Raul Mascarenhas, João Carlos Assis Brasil, João Nogueira, Altamiro Carrilho, Ademilde Fonseca, David Chew, Zé da Velha, Nelson Sargento, Wilson Moreira, Paulo Moura, Yury Popoff, Lena Horta, Fernanda Chaves Canaud, Raul de Barros, Carlos Malta, Bruce Henry, Gilberto Gil, Beth Carvalho, Josimar Monteiro, Marcus Suzano, Guinga, Jorge Simas, Mike Marshall, David Grisman, Andy Connell, Dennis Broughton, Célia Malheiros, Harvey Wainapel, Enrique Coria, Jovino Santos Neto, Josias dos Santos, Jorge Alabê, Claudio Bebiano, Luizinho Ferreira, Carlos Oliveira e Mike Spiro.

Em 1997, Marco viajou para Califórnia para ensinar no curso de música brasileira California Brazil Summer Camp (Cazadero). Durante esta viagem, ele tocou também com Mike Marshall e Choro Famoso no espetáculo de Gilberto Gil "Quanta", na Masonic Auditorium em São Francisco.

Em 1998 apresentou sua composição "Sempre Radamés" (um choro), em arranjo para trinta violoncelos, violão, bandolim e percussão no Copacabana Pálace Hotel no Rio de Janeiro. Músicos do mundo inteiro participaram, inclusive o maestro mexicano José Guadalupe Flores. No mesmo ano foi o solista do CD em homenagem a Pixinguinha, patrocinado pela Universidade Estácio de Sá.

Em 1999 ele gravou no CD "Velha Guarda da Mangueira". Gravou também com Paulo Moura e outros músicos a trilha sonora para o filme "Villa Lobos: Uma Vida de Paixão", sobre a vida e obra deste maestro de brasileiro, sob direção do cineasta Zelito Viana. Ainda em 1999, na Floresta de Tijuca, fez uma homenagem à Chiquinha Gonzaga com a participação de seu conjunto VIBRAÇÕES, da atriz Regina Duarte e do pianista João Carlos Assis Brasil.

Foi convidado para ministrar pelo terceiro ano consecutivo no curso California Brazil Summer Camp neste mesmo ano.

Em novembro de 1999 apresentou-se na Sala Funarte Sidney Miller do Rio de Janeiro com o conjunto VIBRAÇÕES, tendo como convidados o saxofonista e clarinetista Andy Connell e a pianista Fernanda Chaves Canaud.

Em março de 2002 fez dois shows na Sala Funarte Sidney Miller do Rio de Janeiro, com a participação dos músicos: Bebeto (baixo elétrico), Marlon Mouzer (violão de 7 cordas), Monique (cavaquinho) e Nilton Bastos (pandeiro). Como músicos convidados participaram: Harold Emert (oboé) e Fernanda Chaves Canaud (piano). Participação especial do mestre Guinga no segundo dia de Show.

Marco de Pinna recentemente gravou um novo CD com o oboísta Americano Harold Emert! O título do CD é: Oboé no Choro. Esse CD foi um Show gravado ao vivo na Casa de Cultura Laura Alvim, em Ipanema.

Marco de Pinna também faz parte do grupo "Feitio de Oração", que é constituído pelos músicos:


Marcos Guida - violão de 7 cordas

Monique e Alessandro - cavaquinhos

Nestor Sanctos - pandeiro

Didi - voz

Marco de Pinna - bandolim e violão-tenor

Marco é um artista cuja grande preocupação é preservar a qualidade e autenticidade da música brasileira. Seu lema é: "É necessário inovar sem perder a essência da verdadeira música brasileira".

Sites : www.marco.pinna.mus.br
www.musicexpress.com.br


Notícias | Casas com música | Artistas | Tribuna Livre | Artigos e debates | Fotos | Partituras | Compras | Amigos do Samba-Choro | Busca


Contato | Privacidade | Sobre este sítio
©Copyright 1996-2017
Samba & Choro Serviços Interativos LTDA
(Todos os direitos reservados).