Agenda do Samba & Choro

Herivelto martins

Google
Web samba-choro.com.br
 Página principal » Artistas

HERIVELTO MARTINS

Herivelto de Oliveira Martins, cantor, compositor, músico e ator, nasceu em 30/01/1912, na localidade de Rodeio, atual Engenheiro Paulo de Frontin, RJ – e faleceu em 16/09/92, no Rio de Janeiro, RJ.

Mudou-se com sua família para Barra do Piraí em 1916, onde permaneceu até 1931.

Ainda menino, aos 10 anos, aprendeu música na Sociedade Musical União dos Artis-tas de Barra do Piraí, onde tocou caixa, trompete e bombardino na banda de música entre 1922 e 1931.

Trabalhou na confeitaria do pai, foi caixa de botequim e contabilista numa loja de móveis. Aos 18 anos mudou-se para São Paulo, e de lá para o Rio de Janeiro onde trabalhou como barbeiro.

No Morro do São Carlos, conheceu o compositor José Luís Costa, o Príncipe Preti-nho, e este lhe apresentou J. B. de Carvalho, do Conjunto Tupy, o qual gravou em 1932 a primeira composição de Herivelto: “Da cor do meu violão”, inspirada em uma moça mulata que tinha sido sua namorada em Barra do Piraí no Bairro do Carvão. Surgia aí o compositor Herivelto Martins.

Em 1932 passou a fazer parte do conjunto do J. B. de Carvalho e do coro da gravado-ra RCA-Victor, tornando-se logo conhecido por sua mania de introduzir breques nas grava-ções. O americano, dono da gravadora, gostou do estilo do Herivelto e o nomeou diretor do grupo.
Nessa época Herivelto formou a dupla “Preto e Branco”,com Francisco Sena em 1932, e depois com Nilo Chagas em 1935. Gravaram quatro discos.

Casou-se três vezes e teve sete filhos. Sua segunda esposa foi a cantora Dalva de Oli-veira que se juntou à “Dupla Preto e Branco” formando o “Trio de Ouro”.

No fim da década de 1940 Herivelto e Dalva se separaram, acabava aí o primeiro Trio de Ouro, deixando 22 discos e seis aparições em filmes nacionais.

Em 1950, Herivelto formou um novo trio, com a cantora Noemi Cavalcanti e Nilo Chagas. Em 1952, o trio foi novamente alterado, surgindo assim sua terceira formação, com Lourdinha Bittencourt (esposa de Nelson Gonçalves) e Raul Sampaio, formação que durou até 1979, quando Lourdinha faleceu. Gravaram 30 discos. Na década de 80, Herivelto ainda fez alguns shows com Raul Sampaio e Shirley Dom, a quarta formação do Trio de Ouro.

A importância artística de Herivelto na sua época se compara aos grandes astros de hoje. São centenas as composições de Herivelto Martins, muitas delas gravadas também por artistas internacionais. Entre elas destacamos: “Ave Maria no Morro”, “Caminhemos”, “Se-gredo”, e “Cabelos Brancos”, que foram conhecidas no mundo todo e cantadas em vários idiomas.


Notícias | Casas com música | Artistas | Tribuna Livre | Artigos e debates | Fotos | Partituras | Compras | Amigos do Samba-Choro | Busca


Contato | Privacidade | Sobre este sítio
©Copyright 1996-2017
Samba & Choro Serviços Interativos LTDA
(Todos os direitos reservados).