Agenda do Samba & Choro

Denis Brean

Google
Web samba-choro.com.br
 Página principal » Artistas

O compositor Denis Brean nasceu em Campinas (SP), em 1917. Seu nome verdadeiro era Augusto Duarte Ribeiro. Era compositor e jornalista.

Em 1934, mudou-se para São Paulo onde trabalhou inicialmente como escriturário. Depois, atuou como repórter. Em 36, sua canção "Poesia da Uva" obteve o primeiro prêmio na Festa da Uva, de Jundiaí (SP) e foi gravada por Cyro Monteiro em disco não comercial.

A partir da gravação de Carlos Galhardo em 1944 da valsa carnavalesca "No Tempo da Onça", as portas se abriram para ele. Tanto que em 45, estourou na voz de Cyro Monteiro com o samba "Boogie-Woogie na Favela", depois regravado por vários artistas.

Em 47, outro sucesso, "Bahia com H", na voz de Francisco Alves, regravado por João Gilberto, Caetano Veloso e Gilberto Gil no disco "Brasil", de 1981. A partir desse momento sela uma parceria com o também campineiro e jornalista Oswaldo Guilherme, que produziu algumas pérolas da MPB, como "Franqueza" e "Conselho", ambas gravadas por Nora Ney e Maysa, e regravadas inúmeras vezes.

Também emplacaram juntos a marcha de carnaval "Grande Caruso", com João Dias, entre outras.
Com outros parceiros obteve êxito com "Marrequinha", na voz de Isaura Garcia, "La Vie en Samba", gravada por Dircinha Batista, "Mambo Não" e "Raízes", gravada por Maysa.
Além de compor, atuou como jornalista em diversos periódicos, foi produtor de rádio, televisão e discos, tendo lançado na Odeon, entre outros, Hebe Camargo. Também foi gravado por Agnaldo Rayol, Altemar Dutra, Carmen Costa, Carolina Cardoso de Menezes, Dick Farney, Demônios da Garoa, Elizeth Cardoso, Elza Soares, Emílio Santiago, Gilberto Gil, Joel & Gaúcho, Lana Bittencourt, Leny Eversong, Novos Baianos, Roberto Silva, Waldir Azevedo, Walter Wanderley, Wanderley Cardoso, Wilson Simonal e muitos outros.

Morreu em São Paulo, em 1969.


Suas músicas sem parceiros:

Poesia de Uva (grav. Ciro Monteiro, 1936)
Brazilian Clipper (Grupo X, 1937)
Modelo de Beleza (Grupo X, 1938)
No Tempo da Onça (Carlos Galhardo, 1944)
Boogie Woogie na Favela (Ciro Monteiro, 1945)
Bahia com H (Francisco Alves, 1947)
Boogie Woogie do Rato (Joel e Gaúcho, 1947)

Em parceria com Osvaldo Guilherme, seu parceiro mais constante, compôs dezenas de músicas, sendo a primeira "Onde há fumaça, há fogo" (grav. Joel e Gaúcho, 1947).

Com Raul Duarte, compôs:
Marrequinha (grav. Isaura Garcia, 1950)

Com Blota Junior:
La Vie en Samba ((Dircinha Batista, 1951)

Com Luiz Gonzaga:
Mambo Não ((Dircinha Batista, 1951)

Com Osvaldo Guilherme:
Grande Caruso (João Dias, 1952)

Em 1958 produziu o LP 'Brasil na Copa do Mundo,' com seis músicas dele e de Osvaldo Guilherme.


Notícias | Casas com música | Artistas | Tribuna Livre | Artigos e debates | Fotos | Partituras | Compras | Amigos do Samba-Choro | Busca


Contato | Privacidade | Sobre este sítio
©Copyright 1996-2017
Samba & Choro Serviços Interativos LTDA
(Todos os direitos reservados).